Última hora

Última hora

Unionistas desfilam em Barcelona

Em leitura:

Unionistas desfilam em Barcelona

Tamanho do texto Aa Aa

Os unionistas voltam a desfilar na Catalunha para rejeitar a proclamação da independência do território, sob o lema “todos somos catalães”.

Cerca de 300 mil pessoas, segundo a polícia, mais de um milhão, segundo os organizadores, desfilaram no centro de Barcelona, por entre “Vivas a Espanha” e apelos à detenção do ex-presidente do governo regional, Carles Puigdemont.

A marcha contou com a participação dos líderes regionais dos principais partidos centralistas, por entre apelos ao voto nas eleições antecipadas de Dezembro. Uma pré-campanha eleitoral a menos de dois meses do sufrágio antecipado e quando os agora ex-governantes catalães rejeitam recuar na via da independência.

A manifestação voltou a ilustrar a fratura do território, depois de Madrid ter respondido à decisão do parlamento regional com a suspensão da autonomia catalã e a convocação de um novo sufrágio para 21 de Dezembro.

A marcha foi marcada por alguns incidentes junto ao edifício da “Generalitat”, actualmente selado pela polícia, desde a aplicação do artigo 155 da Constituição espanhola e a dissolução do governo e parlamento autonómicos.