Última hora

Última hora

Kenyatta vence tira-teimas no Quénia

Com o boicote da oposição, presidente em exercício conseguiu 98% dos votos.

Em leitura:

Kenyatta vence tira-teimas no Quénia

Tamanho do texto Aa Aa

Pela segunda vez em menos de três meses, Uhuro Kenyatta foi declarado vencedor das eleições presidenciais no Quénia. O presidente em exercício tinha já vencido as eleições realizadas em agosto. Na repetição do escrutínio, em outubro, voltou a vencer o candidato da oposição Raila Odinga.

No discurso na comissão eleitoral, depois da proclamação dos resultados, ironizou e disse que esperava ser a última vez em que teria de estar presente naquele local. Em agosto, tinha vencido com 54% dos votos, mas as eleições foram na altura invalidadas por supostas irregularidades. Desta vez, com o apelo ao boicote feio pela oposição, venceu com 98%. Razões de segurança fizeram com que as eleições não se realizassem em várias regiões do país. Mesmo assim, a comissão eleitoral decidiu validar este novo escrutínio.

Teme-se agora uma nova onda de violência, nos bastiões da oposição. Depois das eleições de oito de agosto, morreram pelo menos 49 pessoas, sobretudo vítimas da violência policial, na repressão de manifestações. Números muito abaixo dos da onda de violência de 2008 e 2009, em que os piores conflitos etnico-políticos desde a independência fizeram 1100 mortos e cerca de 600.000 deslocados.