Última hora

Última hora

Espanha avança com acusações contra líderes catalães

Ministério Público espanhol acusa de rebelião, sedição e fraude, membros do governo catalão, a presidente do Parlamento regional e os membros da mesa que processaram a declaração de independência.

Em leitura:

Espanha avança com acusações contra líderes catalães

Tamanho do texto Aa Aa

O Ministério Público espanhol acusa de rebelião, sedição e fraude, membros do governo catalão, a presidente do Parlamento regional e os membros da mesa que processaram a declaração de independência. As acusações, deduzidas esta segunda-feira, foram divulgadas pelo Procurador-geral de Espanha:

“O Ministério Público apresentou queixas por ofensas de rebelião, sedição, desfalque e outros crimes, contra os principais líderes políticos da Generalitat da Catalunha, cujas decisões e ações, dos últimos dois anos, levaram a uma crise institucional que culminou na Declaração unilateral de independência, a 27 de outubro passado, feita com desrespeito total pela nossa Constituição”, afirmou José Manuel Maza.

A acusação contra o presidente do executivo catalão, Carles Puidgemont, destituído por Madrid, e o seu governo foi apresentada junto da Audiência Nacional. Já a queixa contra Carme Forcadell e os membros da mesa foi enviada ao Supremo Tribunal.

O procurador-geral explicou ainda que vai pedir aos juízes que decidam as medidas preventivas a aplicar contra os dirigentes.