Última hora

Última hora

Carles Puigdemont quer ser interrogado pelo juiz na Bélgica

Em leitura:

Carles Puigdemont quer ser interrogado pelo juiz na Bélgica

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas acompanharam esta, quarta-feira, em Barcelona, a partida para Madrid de dois deputados do parlamento da Catalunha que vão apresentar-se ao magistrado do Supremo Tribunal. Os apoiantes gritavam: “Liberdade” e “Não estão sozinhos”.

Os deputados foram também confrontados com os insultos dos opsitores à independência, que empunhavam bandeiras de Espanha.

Enquanto isso, em Bruxelas, o advogado do presidente do governo destituído, Paul Bekaert, explica que Carles Puigdemont não comparecerá em Madrid.

“Ele não vai a Madrid. Eu propus que seja interrogado aqui, na Bélgica. Isso é possível, não sei se será feito, mas é possível. Já tive no passado outros casos assim”, diz

Puigdemont e outros conselheiros do governo estão em Bruxelas e dizem que não querem fugir à justiça, mas denunciam um processo político.

Alguns analistas políticos consideram que mais do que fugir à justiça, a estratégia de Puigdemont é política e mediática.