Última hora

Última hora

Juíza impõe prisão preventiva a oito ex-governantes da Catalunha

O Ministério Público espanhol pediu também a emissão de um mandado de captura europeu para Carles Puigdemont.

Em leitura:

Juíza impõe prisão preventiva a oito ex-governantes da Catalunha

Tamanho do texto Aa Aa

Prisão preventiva para oito ex-conselheiros do governo da Catalunha. Foi esta a medida de coação aplicada esta quinta-feira em Madrid pela juiza da Audiência Nacional de Espanha, Carmen Lamela, na sequência da declaração unilateral de independência da região autonómica na semana passada.

A decisão de Carmen Lamela correspondeu aos pedidos do Ministério Público espanhol, que acusou os 14 antigos membros do executivo catalão e seis deputados regionais dos delitos de sedição, desvio de fundos e rebelião, incorrendo em penas que podem ir até aos 30 anos de prisão.

A exceção a esta decisão foi o ex-conselheiro Santi Vila, que se demitiu horas antes da declaração de independência e, por isso, teve direito à concessão de uma fiança de 50 mil euros. Santi Vila chegou apenas na companhia dos seus advogados e foi o único a responder às questões dos procuradores.

O Ministério Público pediu ainda a emissão de um mandado de captura europeu para o presidente destituído do governo da Catalunha, Carles Puigdemont, que não compareceu esta quinta-feira em Madrid.