Última hora

Última hora

Terrorista de Nova Iorque seguiu as instruções do Estado Islâmico

Em leitura:

Terrorista de Nova Iorque seguiu as instruções do Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

O terrorista de Nova Iorque, Sayfullo Saipov, foi formalmente acusado de terrorismo. Perante o juiz, este imigrante uzebeque, de 29 anos, disse que o ataque tinha sido planeado dois meses antes; que escolheu o Halloween porque havia muita gente na rua e que pensou levar consigo uma bandeira do Estado Islâmico (EI) mas desistiu, para não chamar a atenção. Diz-se inspirado pelo Daesh

Segundo a polícia seguiu à risca as instruções dos jihadistas para este tipo de ataques.

Donald Trump reagiu pedindo uma justiça mais rápida e mais exemplar do que a que tem sido aplicada contra “estes animais”.

“A minha administração está a coordenar de perto os esforços federais e das entidades locais para investigar o ataque e investigar este animal que fez este ataque”. Enviá-lo para Guantanamo? Sim, estou a considerar essa hipótese”, disse.

Trump tinha voltado a falar ontem do reforço dos controlos da imigração. Hoje diz que quer acabar com o sistema de imigração conhecido há 22 anos pelo Green Card ( lotterie).

“Temos que ser mais firmes, mais inteligentes e menos politicamente corretos”, disse.

A tragédia da terça-feira tirou a vida a oito pessoas, entre as quais alguns membros deste grupo de ciclistas, filmados minutos antes de a carrinha ter avançado sobre eles.

Na noite passada centenas de pessoas reuniram-se numa vigília em memória das vítimas. O presidente da câmara de Nova Iorque apela à resiliência dos nova-iorquinos e pede para não politizarem a tragédia.