Última hora

Última hora

Uma sociedade dividida pela crise catalã

Nos últimos estudos de opinião, aparece apenas na nona posição entre os problemas que mais preocupam os cidadãos. Mas os últimos acontecimentos pode fazer subir a crise catalã nesta tabela de preocupações

Em leitura:

Uma sociedade dividida pela crise catalã

Tamanho do texto Aa Aa

Em apenas três meses o número de espanhóis preocupados com o desafio da independência triplicou. Nos últimos estudos de opinião, aparece apenas na nona posição entre os problemas que mais preocupam os cidadãos. Mas os últimos acontecimentos pode fazer subir a crise catalã nesta tabela de preocupações. Além disso, há mais espanhóis favoráveis a realização do referendo.

Raphael Minder é suíço e escreveu um livro sobre a Catalunha, para além de ser correspondente do New York Times em Espanha há sete anos. Minder faz um retrato desta crise, com o distanciamento de um estrangeiro. “Conheço muita gente que me diz que está triste, muito triste com a situação. Porque não entendem o que está acontecer e a vida diária não está dependente da independência. Há questões bem mais concretas: encontrar um trabalho, ter boas escolas para os filhos. Até agora ainda não chegámos ao ponto a que chamo de ruptura real e espero que nunca se chegue lá, ao ponto em que as pessoas deixem de se falar ou mesmo que passem a se agredir. Espero que não se chegue a esse ponto”, explica Raphael Minder.