Última hora

Última hora

Polícia faz detenções em marcha nacionalista

O Dia da Unidade Russa, 4 de novembro, é um feriado criado para substituir o de 7 de novembro, dia da Revolução Russa

Em leitura:

Polícia faz detenções em marcha nacionalista

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia russa prendeu dezenas de pessoas, na sequência de uma marcha que reuniu cerca de 300 elementos nacionalistas e de extrema-direita. As detenções deram-se depois de a manifestação ter sido cancelada pelos organizadores e de a polícia ter proibido o porte de cartazes com mensagens anti-Vladimir Putin. A polícia fez detenções igualmente numa outra marcha, também de ultraconservadores, desta vez contra o aborto.

O Dia da Unidade Russa, 4 de novembro, feriado criado para substituir o de 7 de novembro, dia da Revolução Russa, costuma ser aproveitado por grupos nacionalistas para manifestações.

Do lado das comemorações oficiais, o presidente Vladimir Putin e o líder da Igreja Ortodoxa, o patriarca Kiril, participaram numa cerimónia em que depuseram flores junto à estátua de Minin e Pozharsky, os líderes da rebelião russa contra a coligação polaca e lituana, no século XVII. É este episódio que o feriado, instituído em 2005 por Putin, pretende assinalar. Quanto ao centenário da revolução bolchevique, no dia 7 de novembro, Putin já disse que não haverá qualquer comemoração oficial, embora os media de todo o mundo estejam a lembrar a data.