Última hora

Última hora

Em leitura:

Uber lança projeto de táxis aéreos: Los Angeles vai inaugurar os serviços


Sci-tech

Uber lança projeto de táxis aéreos: Los Angeles vai inaugurar os serviços

Do transporte rodoviário ao transporte aéreo, no espaço de uma década. É o sonho da Uber, que caminha para a concretização.

A empresa anunciou na Web Summit, em Lisboa, um acordo com a NASA para o desenvolvimento dos protótipos de veículos a experimentar já em 2020 em duas cidades norte-americanas: Dallas e Los Angeles.

Jeff Holden, o vice-presidente da Uber explica:
“Estamos a olhar para os céus, porque isso é intrínseco à nossa missão de mobilidade urbana. Queremos quebrar o código de transporte de pessoas e coisas nas cidades, e sabemos que há uma tendência para o aumento de pessoas em movimento nas cidades e que os problemas de transporte que temos agora vão piorar. Precisamos de inovações revolucionárias para realmente resolver esse problema “.

Os primeiros veículos da UberAir serão pilotados, mas o objetivo é que venham a ser autónomos, na mesma linha do que acontece já com os automóveis.

“Penso que a ideia do carro voador, que temos em analogia com o Blade Runner, não é necessariamente completamente útil na mobilidade aérea urbana. Acho que este é um novo sistema de transporte, é uma evolução do helicóptero tal como o conhecemos. É um helicóptero melhor”, diz o diretor-geral da Urban Air Mobility Airbus.

Um helicóptero elétrico, mais ecológico do que os atuais. Dallas e Los Angeles vão testar os primeiros serviços de transporte urbano aéreo. A UberAir quer ter os serviços a funcionar plenamente antes dos Jogos Olímpicos de Los Angeles em 2028.

Para além da Uber, projetos inovadores não faltaram na edição deste ano da Web Summit um espaço por excelência para star ups do mundo inteiro trocarem experiências, apresentarem projetos inovadore e tentarem seduzir investidores.


Escolhas do editor

Artigo seguinte
As inovações digitais da Coreia do sul na cimeira "Telecom World"

Sci-tech

As inovações digitais da Coreia do sul na cimeira "Telecom World"