Última hora

Última hora

Putin e Trump fazem declaração conjunta sobre Síria

Apesar disso, o presidente russo diz que a relação entre os dois países continua "em crise".

Em leitura:

Putin e Trump fazem declaração conjunta sobre Síria

Tamanho do texto Aa Aa

A Síria, a Coreia do Norte e as alegadas interferências russas nas presidenciais americanas do ano passado foram os temas do curto encontro entre os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e dos Estados Unidos, Donald Trump, à margem da cimeira da APEC em Da Nang, no Vietname. Não houve um encontro a sós entre os dois, mas Putin e Trump tiveram algum tempo para conversar.

O presidente russo elogiou o inquilino da Casa Branca, mas realçou as diferenças que persistem. Os dois homens chegaram a acordo sobre uma declaração comum sobre a Síria. “As relações entre a Rússia e os Estados Unidos ainda estão em crise. O facto de encontrarmos alguns pontos de acordo, com a declaração comum sobre a Síria, é bom, mas não chega”, disse Putin.

Depois da cimeira de Da Nang, Trump partiu para a capital vietnamita, Hanói. Durante a viagem, falou com os jornalistas sobre a conversa com Putin, o primeiro encontro entre os dois homens desde julho. Disse que “o acordo sobre a Síria vai permitir salvar um grande número de vidas”.

Em Hanói, o presidente norte-americano elogiou o “milagre económico vietnamita”, o crescimento que o país, oficialmente ainda uma economia socialista, está a mostrar desde a abertura ao mercado livre há cerca de 30 anos. A visita oficial de um dia é mais um capítulo na aproximação entre os dois países, ainda marcados pela guerra sangrenta que os colocou em lados opostos, nos anos 60 e 70.

01.05 Trump arrives in Hanoi

01.25 ENDS