Última hora

Última hora

Milhares exigem a libertação de dirigentes catalães

A mobilização é vista como um teste para o movimento independentista depois do fracasso da declaração unilateral de independência, a 27 de outubro.

Em leitura:

Milhares exigem a libertação de dirigentes catalães

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se, esta noite, nas ruas de Barcelona a exigirem a libertação de 10 dirigentes independentistas catalães.

De acordo com a polícia da capital da Catalunha, o número de participantes rondou os 750 mil.


A mobilização é vista como um teste para o movimento independentista depois do fracasso da declaração unilateral de independência, a 27 de outubro, e antes das eleições regionais de 21 de dezembro, convocadas pelo Governo espanhol presidido por Mariano Rajoy.

As divergências no seio dos partidos pró-independência foram tornadas públicas após a Esquerda Republicana da Catalunha ter rejeitado uma candidatura unitária independentista, proposta pelo líder do Partido Democrata Europeu Catalão (PDeCAT), Carles Puigdemont.

O partido liderado por Oriol Junqueras afirmou que avança sozinho para as eleições autonómicas e o antigo vice-presidente da Generalitat será o cabeça da lista.

As últimas sondagens dão a vitória aos partidos independentistas mas sem maioria absoluta.

O presidente do Governo espanhol desloca-se, este domingo, à Catalunha, para participar num evento do Partido Popular.

Esta semana, Mariano Rajoy, apelou à “participação massiva” nas eleições regionais de modo a “abrir uma nova etapa”, esperando que os catalães estejam “conscientes da importância dessa consulta”.