Última hora

Última hora

Geldof devolve prémio da Liberdade de Dublin

Em leitura:

Geldof devolve prémio da Liberdade de Dublin

Geldof devolve prémio da Liberdade de Dublin
Tamanho do texto Aa Aa

Bob Geldof devolveu um prémio, que lhe foi atribuído pela cidade de Dublin, por o mesmo galardão ter sido dado à líder do Myanmar. No meio de toda a polémica sobre a limpeza étnica que o país está a fazer, em relação aos Rohingyas, o músico quis demarcar-se:

“Aung San Suu Kyi foi recebida de forma muito pomposa nesta cidade. E no final ela é uma assassina. Não quero ter nada a ver com aquilo que a ONU identifica como genocídio”, afirmou o compositor.

O músico irlandês e ativista contra a pobreza foi galardoado com o prémio “Liberdade da Cidade de Dublin”, o mesmo que foi atribuído a Suu Kyi. A antiga Birmânia vive um momento delicado. A comunidade internacional insiste para que a líder do país fale sobre o que está a acontecer mas a Nobel da Paz limita-se a dizer que a pressão da ONU é “prejudicial”.

Mais de 600.000 muçulmanos rohingya, de Rakhine, foram obrigados a refugiar-se para campos de refugiados no Bangladesh para fugir à repressão.