Última hora

Última hora

Homenagem às vítimas dos atentados dois anos depois

Em leitura:

Homenagem às vítimas dos atentados dois anos depois

Homenagem às vítimas dos atentados dois anos depois
Tamanho do texto Aa Aa

Dois anos depois dos atentados França relembra as 130 vítimas dos piores ataques em solo francês desde a II Guerra Mundial. Durante toda a manhã a comitiva presidencial percorreu os locais visados pelos jihadistas a 13 de novembro de 2015: os cafés Le Carillon, Le Petit Cambodge, La Bonne Bière, Le Comptoir Voltaire e La Belle Équipe e a sala de concertos Bataclan.

Em Saint-Denis Macron, ladeado por diversas figuras de Estado e pelo ex-presidente François Hollande, colocou uma coroa de flores junto à placa de homenagem a Manuel Dias, a vítima portuguesa do ataque no Stade de France. Fez-se um minuto de silêncio antes do responsável máximo gaulês cumprimentar os familiares do falecido, e de ficar de mão estendida frente ao filho de Manuel Dias que se recusou cumprimentá-lo. Um gesto de “resistência cívica”, esclareceu Michaël Dias.