Última hora

Última hora

Brasileiras contra ilegalização total do aborto

Em várias cidades brasileiras milhares de mulheres protestaram contra a possível decisão de se tornar o aborto completamente ilegal.

Em leitura:

Brasileiras contra ilegalização total do aborto

Tamanho do texto Aa Aa

Em várias cidades brasileiras, entre elas Rio de Janeiro e São Paulo, milhares de mulheres, muitas com os filhos, saíram às ruas em protesto contra a possível decisão de se tornar o aborto completamente ilegal.

A 8 de novembro um comité do Congresso, liderado por Cristãos Evangélicos, votou a favor da proibição total do aborto, incluindo nos casos de violação e naqueles em que a vida da mãe esteja em perigo. Dezoito votos a favor e um contra, o da única mulher presente, do Partido dos Trabalhadores.

No Brasil o aborto é permitido em vítimas de violação, quando a vida da mãe esteja em risco, em casos de incesto e de defeito congénito do cérebro.

A Humans Rights Watch diz que pelo menos 250.000 mulheres acabam nas urgências dos hospitais, por abortos mal feitos. As autoridades dizem que se trata da quarta causa principal de mortalidade materna no Brasil.