Última hora

Última hora

Leilão de diamante angolano fica aquém das expectativas

Diamante angolano, de 163,4 quilates, leiloado por 25 milhões de euros, pela Christie’s.

Em leitura:

Leilão de diamante angolano fica aquém das expectativas

Tamanho do texto Aa Aa

Ficou aquém das expectativas a venda do diamante de 163,4 quilates angolano, leiloado pela Christie’s. A licitação começou nos mais de 17 milhões de euros e não foi além dos pouco mais de 25 milhões. A pedra preciosa transformada pela joalharia suíça De Grisogono, que tem como dono, de 70% do seu capital, o marido de Isabel dos Santos, a filha do ex-presidente de Angola. Um enorme diamante em bruto que deu origem a uma joia mais pequena, mas ainda assim, suficientemente grande para um diamante perfeito:

“É do tamanho de uma caixa de fósforo. Agora imagine uma caixa de fósforo que é um diamante, que é de cor D, o mais incolor que é possível ser, completamente impecável. Algo nunca antes visto”, explica Rahul Kadakia, da Christie’s.

O diamante, com 404 quilates, e que deu origem a esta joia, foi descoberto na mina do Lulo, explorada pela australiana Lucapa Diamond Company, e comprada pela joalharia suíça por cerca de 14 milhões de euros:

“Foi a maior pedra encontrada em Angola. Percebemos, imediatamente, que era impensável encontrar algo daquele tamanho, qualidade ou pureza em bruto”, explicou Fawaz Gruosi, um dos fundadores e criador da De Grisogono.