Última hora

Última hora

Militar norte-coreano atingido com 40 tiros depois de passar fronteira

O soldado está em estado grave num hospital na Coreia do Sul

Em leitura:

Militar norte-coreano atingido com 40 tiros depois de passar fronteira

Tamanho do texto Aa Aa

O soldado do regime Kim-Jong-un quis fugir para o país vizinho, Coreia do Sul, e assim o fez. Conseguiu passar a fronteira entre os dois países, dentro de uma carrinha a alta velocidade. Teve um problema num dos pneus, o que o obrigou a continuar o caminho a pé. Foi nesse momento que foi atingido por soldados norte-coreanos. Fugiu, debaixo de fogo e conseguiu ficar escondido já em territorio da Coreia do Sul.
Foi encontrado, mais tarde, por soldados sul coreanos que rapidamente o levaram para o hospital, onde está agora em estado grave. Das 40 balas com que foi atingido, os médicos ainda só conseguiram retirar cinco.
Kug-Lee-Jung. o médico cirurgião que operou o militar ferido, disse à imprensa sul coreana que vão continuar a operá-lo até ele continuar bem: “Há mais do que sete roturas em orgãos internos e algumas delas são profundas.”

A Coreia do Norte mantém a vigilância apertada, nesta que é a primeira fuga em dez anos pela fronteira entre os dois países, feita por um militar do regime norte-coreano.