Última hora

Última hora

União Europeia não vai fechar a porta aos migrantes

O Comissário Europeu para a Migração que afirma que já disponibilizou apoio financeiro e político às autoridades locais.

Em leitura:

União Europeia não vai fechar a porta aos migrantes

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia prevê menos problemas este ano nos campos de refugiados situados nas ilhas gregas.

Esta a mensagem do Comissário Europeu para a Migração que afirma que já disponibilizou apoio financeiro e político às autoridades locais para lidarem com este problema.

“Penso que efetuámos progressos. Sim, atribuí uma grande quantidade de fundos juntamente com o apoio político necessário. Estamos ainda a trabalhar com as ONGs e outras partes interessadas. Acho que chegou a altura de provar que podemos cumprir”, disse Dimitris Avramopoulos no Parlamento Europeu em Estrasburgo onde foi prestar contas aos eurodeputados.

Apesar das críticas e problemas que afetam a situação dos migrantes, Dimitris Avramopoulos deixou claro que o objetivo não é fechar a porta aos refugiados.

“Chegou a altura de provar que a União Europeia não é uma fortaleza ou um espaço fechado. É por isso que encorajamos o reassentamento. Ao mesmo tempo adotámos uma política de vias legais para aqueles que querem vir para a Europa”, adiantou o comissário.

O otimismo do comissário europeu contrasta com a situação no terreno. Só nos primeiros dez dias de novembro chegaram à ilha grega de Lesbos mais de 1,150 pessoas.