Última hora

Última hora

Charles Manson: um assassino à beira da morte?

O psicopata de 83 anos encontra-se hospitalizado em estado grave em Bakersfield na Califórnia.

Em leitura:

Charles Manson: um assassino à beira da morte?

Tamanho do texto Aa Aa

O mais conhecido assassino em série dos Estados Unidos poderá ter que enfrentar, pela primeira vez, a sua própria morte. Segundo fontes do jornal Los Angeles Times , Charles Manson terá sido internado de urgência no hospital de Bakersfield, na Califórnia, pela segunda vez desde o início do ano.

O estado de saúde do psicopata de 83 anos, que cumpre uma pena de prisão perpétua, é considerado grave, segundo as mesmas fontes, depois de Manson ter sido submetido a uma operação cirúrgica em Janeiro, na sequência de hemorragias intestinais.

O guru da seita racista conhecida como a “família Manson” tinha sido condenado à pena capital, comutada mais tarde em pena perpétua, por pelo menos sete mortes durante duas jornadas sangrentas em Agosto de 1969 nos arredores de Los Angeles. Entre as vítimas do massacre, batizado pelo psicopata com o nome “Helter Skelter” – inspirado numa canção dos Beatles – encontrava-se a atriz Sharon Tate, então esposa do realizador Roman Polanski.

Em 1972, o tribunal da Califórnia tinha recuado na condenação à pena de morte, considerada inconstitucional e comutada em prisão perpétua com possibilidade de libertação antecipada.

Em 40 anos de cadeia, o assassino com a suástica tatuada na testa requeriu por 12 vezes a sua libertação antecipada, sucessivamente recusada pela justiça que convocou ainda Manson por agressão e ameaças, posse de arma e de telemóvel dentro da prisão.