Última hora

Última hora

Cai o último bastião do Estado Islâmico no Iraque

Rawa está nas mãos do exército iraquiano.

Em leitura:

Cai o último bastião do Estado Islâmico no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Caiu o último bastião do Daesh no Iraque. O Exército iraquiano anunciou a captura, em poucas horas, de Rawa, última localidade ainda controlada pelo grupo radical Estado Islâmico no país. As forças iraquianas tinham lançado, esta sexta-feira, uma operação para retomar o controlo desta vila na província desértica de Al-Anbar, na fronteira com a Síria.

Segundo o comunicado do general Abdelamir Yarallah, tropas governamentais e unidades paramilitares tribais “libertaram a totalidade de Rawa e içaram a bandeira iraquiana na totalidade dos edifícios oficiais”. Agora, a guerra contra os radicais vai ser diferente: “Rawa era a última vila que faltava tomar. Depois desta batalha, a guerra vai evoluir para um outro formato, que vai durar muito tempo. Vai ser uma guerra no deserto e contra guerrilhas nas regiões montanhosas. São áreas vastas e complicadas, do ponto de vista geográfico”, explica Fadhil Abu Raghef, perito militar iraquiano.

As tropas iraquianas continuam os combates contra os últimos jihadistas no deserto ao longo da fronteira com a Síria. Do outro lado da fronteira, Boukamal é a única localidade que falta conquistar. Há vários jihadistas dispersos no vale do Eufrates, na província síria de Deir Ezzor e na zona de Rawa.

Mesmo se Rawa está tomada, as operações, nomeadamente de desminagem, continuam na vila e zonas circundantes. Segundo a coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, o Daesh perdeu já 95% dos territórios que controlava no Iraque e na Síria.