Última hora

Última hora

Igreja investiga alegadas relações sexuais no Pio X

O Vaticano afirmou que o inquérito foi instaurado "na sequência de novos elementos surgidos recentemente".

Em leitura:

Igreja investiga alegadas relações sexuais no Pio X

Tamanho do texto Aa Aa

O Vaticano abriu uma investigação sobre alegadas relações sexuais entre menores no pré-seminário São Pio X, na Santa Sé.

O estabelecimento recebe acólitos e possíveis novos seminaristas de todo o mundo.

Em comunicado, o Vaticano afirmou que o inquérito foi instaurado “na sequência de novos elementos surgidos recentemente”.


O caso veio a público no novo livro do jornalista italiano Gianluigi Nuzzi.

Apresentado este mês, “Peccato Originale” relata a experiência de um jovem polaco que terá assistido a alegados abusos no pré-seminário.


O jovem afirma que os abusos foram cometidos a outro seminarista, com o qual partilhava o quarto. O polaco terá sido testemunha ocular de mais de 140 situações. O presumível autor seria um aluno mais velho e que viria a ser ordenado sacerdote.

Segundo o jovem, os abusos terão ocorrido entre 2013 e 2014 e a vítima seria menor de idade.