Última hora

Última hora

Julgamento de Mladic entra na reta final

Está prestes a chegar ao fim o julgamento de Ratko Mladic que começou em 2012. Familiares das vítimas já estão a caminho de Haia

Em leitura:

Julgamento de Mladic entra na reta final

Tamanho do texto Aa Aa

De Sarajevo para Haia. Familiares de muitas das vítimas do antigo chefe militar dos sérvios da Bósnia estão a caminho da Holanda para acompanhar o veredicto do julgamento de Ratko Mladic previsto para esta quarta-feira.

O julgamento que decorre em Haia, no Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, começou em maio de 2012.

“É muito importante estar presente na leitura do veredicto. Este criminoso deve ser punido. É responsável pelo genocídio não só em Srebrenica, mas em toda a Bósnia-Herzegovina contra muçulmanos e croatas” refere Munevera Avdic da Associação Mães de Kotor Varos.

Entre outros crimes, Mladic responde pelo aquele que é considerado o pior massacre na Europa desde a II Guerra mundial onde foram mortos 8 mil homens e rapazes muçulmanos.

“O meu filho foi morto. Centenas de pais perderam os filhos em Sarajevo durante o cerco e não há nada que possa sarar esta ferida. No entanto, este veredicto pode-nos trazer alguma satisfação, algum conforto depois de tudo aquilo por que passámos” afirma Fikret Grabovica, pai de uma das vítimas.

Acusado de crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio, o antigo líder dos sérvios da Bósnia foi detido em maio de 2011. As tropas comandadas por Mladic durante a guerra da Bósnia – entre 1992 e 1995 – terão provocado cerca de 100 mil mortos e mais de 2 milhões de deslocados.