Última hora

Última hora

EUA reinscrevem Coreia do Norte na lista de países que patrocinam o terrorismo

Donald Trump afirmou que "esta designação permite aos Estados Unidos impor novas sanções e penalizações à Coreia do Norte

Em leitura:

EUA reinscrevem Coreia do Norte na lista de países que patrocinam o terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

A administração de Donald Trump voltou a colocar a Coreia do Norte na “lista de Estados que patrocinam o terrorismo”.

Segundo o presidente dos Estados Unidos da América, o objetivo é aumentar a pressão sobre o regime de Kim Jon-un, contra o programa nuclear norte-coreano.

O chefe de Estado norte-americano afirmou que “esta designação permite aos Estados Unidos impor novas sanções e penalizações à Coreia do Norte e a pessoas relacionadas”, que irão ser anunciadas esta terça-feira pelo Departamento do Tesouro. Trump afirmou, ainda, que a designação vai apoiar “a campanha de pressão máxima” da Casa Branca “para isolar o regime assassino “.


A Coreia do Norte continua a desafiar as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, persistindo com os planos para desenvolver um míssil nuclear de longo alcance com capacidade para atingir o continente americano.

Segundo o investigador da The Heritage Foundation, Bruce Klingner, a iniciativa de Trump “Vai, certamente, irritar a Coreia do Norte, mas é como dizer que não deveríamos prender o Al Capone porque o Sr. Capone ficaria zangado. É necessário impor a lei dos Estados Unidos, independentemente da reação dos perpetradores. Então, aumentará a pressão sobre a Coreia do Norte. “

Esta não é a primeira vez que a Coreia do Norte figura na lista de inimigos dos Estados Unidos. Pyongyang esteve na lista negra, de 1988 a 2008, devido a um alegado envolvimento num atentado à bomba contra um avião da Coreia do Sul, em 1987, que resultou na morte de 115 pessoas.