Última hora

Última hora

Sons não são do submarino desaparecido

De acordo com o porta-voz da Armada, Enrique Balbi, os sons terão origem "numa fonte biológica".

Em leitura:

Sons não são do submarino desaparecido

Tamanho do texto Aa Aa

A Marinha da Argentina anunciou que os sons detetados no mar não têm origem no submarino San Juan, que desapareceu na quarta-feira com 44 tripulantes a bordo.

Após terem sido analisados por especialistas, as autoridades argentinas concluíram que os ruídos não foram produzidos pelos tripulantes, batendo no casco do navio, como se suspeitava inicialmente.


De acordo com o porta-voz da Armada, Enrique Balbi, os sons terão origem “numa fonte biológica” e foram ouvidos a uma profundidade de 200 metros, no Atlântico sul, a cerca de 360 quilómetros da costa da Argentina.

O submarino San Juan desapareceu no dia 15 de novembro após ter reportado uma avaria no sistema elétrico.As últimas notícias constituíram uma desilusão para as famílias dos tripulantes que continuam a acompanhar as buscas que se fazem no Mar da Prata. A procurar a embarcação estão dezenas de navios e aviões provenientes da Argentina, Estados Unidos da América, Chile, Grã-Bretanha e Brasil.