Última hora

Última hora

Ciberataque: Uber paga a Hacker para apagarem dados de milhões de clientes

O ciberataque ocorreu em outubro de 2016 e revelou dados que incluíam nomes, endereços eletrónicos e números de telefone de 57 milhões de clientes, de todo o mundo.

Em leitura:

Ciberataque: Uber paga a Hacker para apagarem dados de milhões de clientes

Tamanho do texto Aa Aa

A Uber foi alvo de um ciberataque e foi roubada a informação de cerca de 57 milhões de utilizadores da aplicação.

A empresa ocultou, durante mais de um ano o roubo. De acordo com a Bloomberg, a Uber pagou 100 mil dólares a dois hackers para que apagassem os dados que tinham roubado da base de dados da empresa.


Segundo Dara Khosrowshahi, o ciberataque ocorreu em outubro de 2016 e revelou dados que incluíam nomes, endereços eletrónicos e números de telefone de 57 milhões de clientes, de todo o mundo. Os piratas subtraíram, ainda a informação pessoal e os números das cartas de condução de cerca de 600 mil condutores dos Estados Unidos da América. Em comunicado, o presidente da Uber garantiu que a informação roubada não foi utilizada.

Entretanto, a Uber despediu Joe Sullivan, responsável pela segurança da empresa, e um executivo por terem ocultado o ciberataque.