Última hora

Última hora

Submarino desaparecido: Marinha americana deteta objeto no Atlântico Sul

A Marinha argentina revelou o registo de "um episódio anómalo, curto e violento" que será "consistente com a ocorrência de uma explosão".

Em leitura:

Submarino desaparecido: Marinha americana deteta objeto no Atlântico Sul

Tamanho do texto Aa Aa

Um avião da Marinha americana detetou um objeto no Atlântico Sul junto à zona onde o submarino ARA San Juan comunicou pela última vez.

Pouco tempo antes, a Marinha argentina revelou o registo de “um episódio anómalo, curto e violento” que será “consistente com a ocorrência de uma explosão” no passado dia 15.

Foi precisamente nesse dia que a embarcação argentina, com 44 tripulantes a bordo, deixou de dar sinal depois de ter vindo à superfície comunicar uma avaria nas baterias.

Tendo como proveniência a Patagónia, as instruções foram que mudasse de rota para o Mar del Plata. O desaparecimento aconteceu sensivelmente a meio do caminho.

Em terra, as famílias aguardam o resultado das buscas. Elena Alfaro, irmã de um dos elementos desaparecidos, confessava, antes destes últimos desenvolvimentos, que o mais difícil é não ter qualquer pista sobre a localização do submarino e que é esse vazio que devasta as famílias.

As operações envolvem ao todo 13 países. O ARA San Juan tinha regressado aos mares em 2014, após uma extensa paragem de manutenção.