Última hora

Última hora

Armas: Ancara fala das garantias dadas por Trump

Ancara já se congratulou com o resultado da conversa telefónica entre o chefe de Estado turco e o homólogo norte-americano. Trump terá prometido acabar com o fornecimento de armas às YPG. Uma informação que Washington não confirma

Em leitura:

Armas: Ancara fala das garantias dadas por Trump

Tamanho do texto Aa Aa

A principal aliança de oposição síria – a CSN, Comissão Suprema para as Negociações – vai marcar presença na próxima ronda de negociações de paz, em Genebra, agendadas para 28 de novembro.

O anúncio é feito um dia depois de Ancara ter avançado que Washington vai deixar de fornecer armas aos combatentes curdos sírios. Tudo em nome das relações entre a Turquia e os Estados Unidos.

“Uma das questões que está a afetar negativamente a relação com os Estados Unidos, prende-se com as armas fornecidas às YPG, Unidades de Proteção do Povo. O presidente turco reiterou o desconforto que sente durante uma conversa telefónica com Donald Trump. O presidente norte-americano garantiu que vai dar instruções para por fim a essa situação, algo que já devia ter acontecido há muito tempo” refere Mevlut Cavusoglu, o chefe da diplomacia turca.

Os Estados Unidos ainda não reagiram às declarações. A confirmar-se a mudança de estratégia no terreno, resta saber como pretende a administração norte-americana combater os radicais do autoproclamado Estado Islâmico na Síria e no Iraque.