Última hora

Última hora

Lev Yashin volta a brilhar no cartaz oficial do Mundial2018

Em leitura:

Lev Yashin volta a brilhar no cartaz oficial do Mundial2018

Vitaly Mutko, Fatma Samoura e Igor Akinfeev apresentaram cartaz oficial
© Copyright :
REUTERS/Maxim Shemetov
Tamanho do texto Aa Aa

Aí está o cartaz oficial do Mundial de futebol de 2018. Mais de 25 anos após a sua morte, o mítico Lev Yashin foi o eleito para "dar a cara". Contemporâneo de Eusébio e Pelé, Lev Yashin foi guarda-redes do Dínamo de Moscovo e da seleção da antiga União Soviética.

Apresentação do cartaz oficial do Mundial2018

O mítico "Aranha Negra", como ficou conhecido porque jogava sempre de preto e era exímio entre os postes, morreu em março de 1990, mais de um ano antes da dissolução soviética.

Yashin é ainda hoje o único guarda-redes a ter ganho uma Bola de Ouro, na altura, em 1963, um prémio para o melhor jogador europeu do ano.

Na apresentação do cartaz oficial do Mundial de 2018 estiveram o vice-primeiro-ministro russo e presidente do comité organizador, Vitaly Muntko, a secretária-geral da FIFA, Fatma Samoura, e o guarda-redes do CSKA de Moscovo, da seleção russa er embaixador do Mundial, Igor Akinfeev.

Confrontado com as suposições de eventual recurso a doping dos futebolistas russos, na linha do que vem acontecendo com desportistas compatriotas noutras modalidades desde os Jogos olímpicos de Inverno em sochi, em 2014, Vitaly Mutko garante estar descansado.

"Posso dizer-vos com total honestidade: não temos medo de nada. Isto não passa de especulação, uma tentativa de fabricação. Porque, se jogamos assim com doping [n.: a Rússia é a equipa com pior ranking na fase final do Mundial], como seria se não estivéssemos dopados? É uma estupidez. Não tem qualquer sentido", referiu o representante do Kremlin.

O sorteio dos grupos da fase final do Mundial de futebol realiza-se, entretanto, sexta-feira, em Moscovo. A apresentação vai estar a cargo do antigo avançado inglês Gary Lineker e da jornalista russa Maria Komandnaya.

Potes para o sorteio do Mundial a realizar sexta-feira

Nos potes vão estar 32 equipas, divididas em quatro grupos, com Portugal, Brasil e os campeões do Mundo Alemanha colocados no primeiro.

Entre os convidados ilustres que vão retirar as equipas dos potes destaque para o brasileiro Cafú e o argentino Diego Maradona.