Última hora

Última hora

Lisboa e Madrid de acordo sobre os caudais dos rios ibéricos

Em leitura:

Lisboa e Madrid de acordo sobre os caudais dos rios ibéricos

Lisboa e Madrid de acordo sobre os caudais dos rios ibéricos
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro português do Ambiente garante que Espanha cumpriu a Convenção de Albufeira acordada pelos dois países.

Durante uma reunião com a homóloga espanhola na cidade do Porto, esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes afirmou que Madrid assegurou todos os caudais acordados para os três rios ibéricos embora com "pequeníssimas exceções", em relação ao rio Tejo, onde há obrigações de caudais semanais, trimestrais e anuais. O governante português contrariou, assim, as denúncias feitas, na segunda-feira, pela associação ambientalista Zero.

"Vi escrito que um especialista disse, que Espanha não cumpriu. Com todo o respeito pelo especialista, olhe, enganou-se. Cumpriu!" - afirmou João Pedro Matos Fernandes.

Ao que a responsável pela pasta do ambiente do país vizinho, Isabel Garcia Tejerina, acrescentou:

"Fizemos um esforço enorme para cumprir, escrupulosamente, exceto como disse o ministro, uma situação pontual que não se deveu à seca mas a umas obras, no caso do Tejo. Aliás, compensou-se abundantemente."

A vice-presidente da Zero, Carla Graça, em declarações à Lusa, insistiu que a associação analisou os registos dos rios ibéricos em 2016 e 2017, concluindo que houve vários períodos, e não apenas um, em que Espanha não assegurou os caudais.