Última hora

Última hora

Canadá pede desculpa por discriminação contra homossexuais

Para Justin Trudeau, trata-se de um capítulo negro na história do país.

Em leitura:

Canadá pede desculpa por discriminação contra homossexuais

Tamanho do texto Aa Aa

Um pedido de desculpas em nome do estado do Canadá.

Num discurso no parlamento, o primeiro-ministro falou de uma longa campanha, entre entre 1950 e 1990, que afastou os homossexuais dos serviços públicos, do Exército e da polícia.

Para Justin Trudeau, trata-se de um capítulo negro na história do país que provoca uma "vergonha coletiva"

Trudeau também anunciou que vai destinar cerca de 66 milhões de euros para resolver uma ação interposta por milhares de pessoas que perderam o trabalho por causa da sua orientação sexual.

Vai ainda ser erguido um memorial para lembrar as vítimas desta perseguição.

O Canadá despenalizou a homossexualidade em 1969.

Dois anos antes, o então procurador geral Pierre Trudeau, pai do atual primeiro-ministro, avançou com o primeiro projeto de lei nesse sentido.

E disse a célebre frase: “Não há lugar para o Estado nas camas da nação”.