Última hora

Última hora

Febre do mundial chega à Rússia

Apesar dos maus resultados nos últimos anos existe confiança na equipa da casa

Em leitura:

Febre do mundial chega à Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Em Moscovo chegou a febre do Campeonato do Mundo e já se contam os dias para o pontapé de saída, entre a equipa da casa e a Arábia Saudita. Esperam-se adeptos vindos dos quatro cantos do planeta para um total de sessenta e quatro jogos em onze cidades. Valery Gazzaev é um dos nomes mais respeitados no futebol russo e conhece bem o significado do torneio:

"Tenho orgulho em ver o país receber esta grande competição, finalmente tornámos realidade um sonho bastante antigo. Só 17 países na história é que tiveram a honra de acolher um Campeonato do Mundo."

A Rússia tem um longo historial no desporto desde a dissolução da União Soviética, nunca conseguiu sequer passar da fase de grupos. Os resultados nos últimos anos têm sido desapontantes, ainda assim Sergey Anokhin, vice presidente da Federação local, tem confiança nos seus jogadores:

"É complicado fazer previsões. Naturalmente entendemos que há grandes equipas como a Alemanha ou o Brasil mas temos esperança na nossa equipa nacional. É preciso passar a fase de grupos e ir o mais longe possível para deixar os nossos adeptos felizes."

O otimismo já chegou, falta a bola começar a rolar.