Última hora

Última hora

Israel: Trump adia decisão de transferir embaixada americana para Jerusalém

Donald Trump adiou a decisão de transferir a embaixada dos Estados Unidos em Israel de Telavive para Jerusalém. Trata-se de uma promessa de campanha que o mundo inteiro teme.

Em leitura:

Israel: Trump adia decisão de transferir embaixada americana para Jerusalém

Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump adiou a decisão anunciada de transferir a embaixada dos Estados Unidos em Israel da cidade de Telavive para Jerusalém.

O presidente deveria ter-se pronunciado sobre o assunto esta segunda-feira, mas a Casa Branca acabou por anunciar que não há decisão definitiva nem momento previsto para que seja tomada.

A pressão regional e internacional é enorme. Mudar a embaixada para Jerusalém significaria o reconhecimento implícito da Jerusalém como capital de Israel.

O presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, diz que uma tal decisão “destruiria o processo de paz”. O Hamas, que dirige a Faixa de Gaza, ameaça responder com “uma nova intifada”.

Diversos líderes internacionais temem uma escalada de violência e defendem que o estatuto de Jerusalém deve ser definido no âmbito das negociações de paz israelo-palestinianas.

A mudança da embaixada dos Estados Unidos para a cidade de Jerusalém está prevista numa lei adotada em 1995 pelo congresso norte-americano, mas nenhum presidente até agora ousou tomar a decisão.

Trump fez desta medida uma promessa de campanha.