Última hora

Última hora

Eurodeputado húngaro nas malhas da justiça

Em leitura:

Eurodeputado húngaro nas malhas da justiça

Tamanho do texto Aa Aa

A Procuradoria húngara acusou o eurodeputado Bela Kovacs de espionagem a favor da Rússia.

Em comunicado pode ler-se que Kovacs, membro do partido de extrema-direita Jobbik é, também, acusado de fraude fiscal e de falsificação de documentos que terão contribuído para lesar financeiramente o Parlamento Europeu.

O caso não é novo. As primeiras investigações datam de 2010. Quatro anos, a Hungria abria um inquérito relativo a atividades suspeitas do deputado na Europa. Mas foi preciso esperar até 2015 para ver o Parlamento Europeu levantar a imunidade do eurodeputado após uma recomendação da Comissão de Assuntos Jurídicos.

Kovacs nega as acusações. "Nunca pertenci a qualquer serviços de informação húngaro ou estrangeiro. Nunca trabalhei, nem fui contactado por esses serviços" afirma.

O eurodeputado diz que o caso está a ser utilizado pelo partido nacionalista Fidez, do chefe de Governo, para atacar o Jobbik a poucos meses das eleições parlamentares. Para evitar que a formação de extrema-direita venha a ser penalizada nas urnas, Kovacs já fez saber que vai abandonar o partido.