Última hora

Última hora

Reforço de segurança em Paris para visita de PM israelita

Em leitura:

Reforço de segurança em Paris para visita de PM israelita

Tamanho do texto Aa Aa

Segurança reforçada na capital francesa em antecipação à visita do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

No sábado, dezenas de manifestantes pró-palestinianos ocuparam a Praça da República na capital francesa para se manifestarem contra esta visita.

No aeroporto à saída de Israel, Netanyahu mostrou-se resoluto.

"Ouço vozes que condenam as declarações históricas do Presidente Trump mas não ouvi condenações relativas aos róquetes disparados contra Israel ou o terrível incitamento à violência. Não aceito esta hipocrisia, e como é habitual neste forum importante, vou apresentar a verdade de Israel sem medo e de cabeça erguida".

Mas não é só no estrangeiro que Benjamin Netanyahu enfrenta problemas. Em Tel Aviv, pela segunda semana consecutiva, no sábado milhares de manifestantes gritaram palavras de ordem contra o primeiro-ministro que enfrenta acusações de corrupção.

O primeiro-ministro já veio a público negar as alegações. Já no seu quarto mandato, Netanyahu é suspeito de envolvimento em dois casos.

O primeiro caso envolve presentes oferecidos por um empresário; o segundo caso refere-se à negociação com o proprietário de um jornal em que este oferece uma melhor cobertura jornalística em troca de pressões exercidas sobre um diário rival.

Caso venha a ser acusado, Binyamin poderá enfrentar pressões consideráveis para se demitir ou convocar novas eleições.