Última hora

Última hora

Eleições em Itália a 4 de março

As legislativas do ano que vem serão o primeiro escrutínio realizado-se ao abrigo da nova lei eleitoral.

Em leitura:

Eleições em Itália a 4 de março

Tamanho do texto Aa Aa

Começou a contagem decrescente para as eleições legislativas em Itália. O escrutínio, o primeiro a ser realizado ao abrigo da nova lei eleitoral, deverá acontecer a 4 de março do ano que vem, pelo menos de acordo com os meios de comunicação social do país que citam fontes do Governo.

A data foi, ao que tudo indica, acertada após a sugestão do Presidente Sergio Matarella e tornou-se clara depois de receber a "luz verde" dos principais partidos, no Governo e na oposição.

O primeiro-ministro, Paolo Gentiloni, e os respetivos ministros deverão permanecer em funções até ao dia das eleições mas a dissolução do parlamento deverá acontecer entre o Natal e o Ano Novo, de acordo com o portal "Affari Italiani."

O prenúncio de um fim-de-ano movimentado para o destino político de Itália.