Última hora

Última hora

Vanellope Hope é mais um raro sucesso nos registos de "Ectopia Cordis"

Em leitura:

Vanellope Hope é mais um raro sucesso nos registos de "Ectopia Cordis"

Naomi Findlay e Dean Wilkins, os pais, falam em "muito mais que um milagre"
@ Copyright :
Frame do vídeo cedido pelo Glenfield Hospital, Leicester, Reino Unido
Tamanho do texto Aa Aa

Vanellope Hope Wilkins é nome, tudo o indica, do primeiro bebé recém-nascido a sobreviver no Reino Unido à intervenção cirúrgica para corrigir uma rara má formação cardíaca conhecida como "Ectopia cordis".

Vanellope nasceu com o coração e parte do estômago fora do corpo. Os pais -- Naomi Findlay, de 31 anos, e Dean Wilkins, de 43 -- tinham sido aconselhados pelos médicos a interromper a gravidez quando o problema foi diagnosticado às nove semanas de gestação.

Os pais decidiram prosseguir e esperar pelo melhor. Vanellope estava previsto nascer na véspera de Nastal, mas devido a "Ectopia Cordis" o parto foi antecipado e realizado através de uma cesariana a 22 de novembro.

Menos de uma hora após o parto, a bebé foi operada por uma equipa de mais de 50 elementos, que lhe introduziram linhas especiais no cordão umbilical para permitir que o coração pudesse receber fluidos vitais e medicação.

Vanellope voltaria à mesa das operações mais duas vezes, revelou o jornal Plymouth Herald. A segunda após a primeira semana de vida, em que lhe foi aberto o peito um pouco mais para riar espaço para o coração se encaixar. Às duas semanas de vida, o coração encaixou-se no torax com a ajuda da gravidade.

A terceira operação incluiu a retirada de pele de debaixo dos braços, move-la e junta-la no centro do peito. Os cirugiões tiveram de criar um género de malha porque Vanellope não tinha costelas nem externo. Tudo decorreu com sucesso. "Foi um momento maravilhoso. Simplesmente maravilhoso. Se a tivessem visto quando nasceu e agora como está... o que eles fizeram...", referiu a progenitora ao lado de Vanellope e do pai, que completou o raciocínio de Naomi: "É muito mais que um milagre, não é?"

Estima-se que, no mundo, apenas oito em cada um milhão de bebés nascem com "Ectopia Cordis". Cerca de 90 por cento dos bebés são nados mortos, morrem no parto ou sucumbem a esta raro problema nos três primeiros dias após o nascimento.

Vanellope Hope Wilkins entra para a reduzida lista dos sobreviventes à correção desta má formação congénita.

Nos Estados Unidos existem outros casos conhecidos de sucesso em intervenções similares.