Última hora

Última hora

Neutralidade da Net vai a votos nos EUA

Em leitura:

Neutralidade da Net vai a votos nos EUA

© Copyright :
REUTERS/Yuri Gripas
Tamanho do texto Aa Aa

A internet tal como a conhecemos pode ter os dias contados. O principio de "neutralidade" da rede deve terminar hoje nos Estados Unidos.

Mas o que é a neutralidade da internet? É a regra que surgiu durante a presidência de Barack Obama que obriga os fornecedores de acesso a Net a tratarem todos os serviços em linha da mesma maneira.

Hoje a Comissão Federal das Comunicações (CFC) vota sobre o fim dessa regra. O presidente, nomeado em janeiro por Donald Trump é a favor.

"Foram atribuídas muitas regras há dois anos e nós estamos a tentar resolver um problema que não existia", afirma Ajit Pai, presidente da CFC.

Tal como muitos comuns utilizadores, algumas companhias estão contra. Uma das consequências pode ser a venda de maiores velocidades de entrega dos seus conteúdos, que certamente se irá refletir no preço ao consumidor ou mesmo na maior rapidez de acesso a uma mensagem de propaganda política ou comercial. Dan ackerman, perito da plataforma CNET explica:

"Podem passar a existir favoritismos com parcerias entre fornecedores de internet e fornecedores de conteúdos ou organizações de notícias ou políticas. Não acho que vai ser o fim do mundo imediato mas definitivamente abre a porta a coisas que não queremos", diz.

Mas os partidários do fim da neutralidade da rede consideram que as regras atuais impedem investimentos em novos serviços como as videoconferências ou, por exemplo, a telemedicina que precisam de altos débitos de internet.

Quando hoje a desregulamentação for votada, espera-se que os três republicanos votem a favor com a oposição democrata, em minoria na comissão.