Última hora

Última hora

Sobrinhos da primeira-dama da Venezuela foram condenados a 18 anos nos EUA

Em leitura:

Sobrinhos da primeira-dama da Venezuela foram condenados a 18 anos nos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Os dois sobrinhos da primeira-dama da Venezuela foram condenados a 18 anos de prisão por tráfico de drogas nos Estados Unidos.

Efráin Campo e Franqui Flores, chamados pela imprensa venezuelana de "narcosobrinos", foram detidos pela Agência de Combate a Drogas dos Estados Unidos em novembro de 2015, na capital haitiana, Porto Príncipe. De acordo com as autoridades estavam a tentar enviar 800 quilos de cocaína a um cartel mexicano que posteriormente levaria a droga para solo norte-americano.

O juiz do tribunal de Nova Iorque afirmou mesmo que os dois primos não eram "os traficantes de drogas mais astutos que existem". Além disso, explicou que os dois tentaram utilizar as ligações políticas concluir este negócio que acabou por falhar.

Os sobrinhos da primeira-dama venezuelana Cilia Flores, antes da leitura da sentença pediram desculpa pelos crimes e garantiram que estão arrependidos.

Já no ano passado, logo após ter sido conhecido o veredicto que considerou culpados os dois venezuelanos, o presidente Nicolas Maduro questionou a condenação e defendeu que este caso tem como objetivo atacar a primeira-dama.