Última hora

Última hora

Últimos momentos da campanha para as regionais antecipadas na Catalunha

Em leitura:

Últimos momentos da campanha para as regionais antecipadas na Catalunha

Últimos momentos da campanha para as regionais antecipadas na Catalunha
Tamanho do texto Aa Aa

A pocas horas do fim da campanha para as eleições regionais da catalãs, os representantes da Esquerda Republicana da Catalunha decidiram visitar o candidato Oriol Junqueras, preso na região de Madrid no quadro do desafio independentista.

De acordo com o jornal Periodic d'Andorra, os partidos independentistas poderão conseguir mais votos dos que os partidos a favor do atual estatuto.

No entanto, espera-se que falhem o objetivo de uma maioria absoluta na câmara regional. O partido mais votado seria a Esquerda Republicana da Catalunha.

"Nem todos jogam com as mesmas possibilidades"

Para Marta Rovira, da ERC (esquerda, independentistas), a prisão de Junqueras demonstra que nem todos jogam com as mesmas possibilidades nestas eleições:

"Junqueras é um candidato que não pode de defender as ideias dele, que não teve as mesmas condições para defender as ideias dele em relação aos restantes candidatos".

Em Barcelona, um encontro do partido Junts Per Catalunya, do presidente regional deposto, Carles Puigdemont, serviu para pedir o voto dos catalães, em nome do que definiram como legitimadade democrática. 

PP corre o risco de tornar-se força residual 

As sondagens preveem um mau resultado para o Partido Popular do líder do executivo espanhol Mariano Rajoy, que corre o risco de tornar-se numa força residual na Catalunha.

O presidente do Governo espanhol decidiu assim ajudar o candidato do partido conservador, Xavier Albiol, e marcou presença num ato, realizado na localidade costeira de Figueres.

O mesmo pode acontecer com os antissistema da CUP poderiam também tornar-se numa força política residual. No entanto, neste caso, o partido é fundamental para uma maioria de independentistas na camara.

Vitória pode depender de poucos votos 

Inés Arrimadas, dos liberais centristas do Ciudadados - Ciutadans, recordou que a vitória dos que defendem o atual estatuto da catalunha pode depender de poucos votos.

Miqel Iceta, do Partido dos Socialistas da Catalunya (PSOE-PSC, centro-esquerda) disse que tinha a intenção de pedir uma amnistia para os responsaveis pelo processo independentista, numa tentativa de aproximação ao eleitorado catalanista. 

As ultimas horas de campanha contaram com a presenca do lider do PODEMOS (esquerda), Pablo Iglesias, junto dos candidatos do partido CATALUNYA EN COMÚ.

As eleições regionais têm lugar dia 21 de dezembro.