Última hora

Última hora

Bicicletas solidárias ajudam sem-abrigo em Berlim

Em leitura:

Bicicletas solidárias ajudam sem-abrigo em Berlim

Bicicletas solidárias ajudam sem-abrigo em Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

Pedalar aquece. O lema levou dois estudantes em Berlim a usarem a bicicleta para ajudar quem vive na rua a passar menos frio. Pelas contas da ""Bahnhofsmission", uma insitituição de caridade alemã, há cerca de dez mil pessoas sem-abrigo que têm de enfrentar o inverno nas ruas da capital germânica, com neve e temperaturas negativas.

Elias Dege e Frederyk Bieseke conseguiram bicicletas emprestadas de uma empresa e distribuem roupas, sacos-cama, comida e bebidas quentes em toda a cidade.

Elias Dege, co-fundador da organização "Warmgefahren", destaca as vantagens da bicicleta: "conseguimos chegar a lugares onde os carros não vão e falamos directamente com as pessoas. Não precisamos de estar a sair do carro, dizer olá e a tirar as coisas. Temos tudo de que precisamos na caixa".

As residências para pessoas sem-abrigo estão muitas vezes cheias e além disso há algumas que proibem álcool e drogas, o que afasta muitas pessoas que vivem nas ruas.

Os dois estudantes começaram em novembro. Fazem três a quatro viagens por semana e o objectivo é continuar a pedalar até março.

"Smiley" (nome fictício), viva na rua há cinco anos e sorri perante a iniciativa: "o café ajuda a aquecer um pouco o corpo e a mente. E faz-nos perceber que há pessoas que se preocupam connosco".

Os dois amigos querem que a organização cresça e esperam conseguir mais bicicletas e mais voluntários no próximo ano. Também acreditam que o conceito por ser replicado noutras cidades.