Última hora

Última hora

Cresce a vaga de apoio em torno de Putin

Em leitura:

Cresce a vaga de apoio em torno de Putin

Tamanho do texto Aa Aa

Cresce a vaga de apoio em torno de Vladimir Putin para as eleições presidenciais russas de março de 2018. O presidente russo, que esta terça-feira viu oficializada a sua recandidatura a um quarto mandato, apresentou-se como independente, mas conta já com o apoio de diferentes formações políticas. O partido 'Rússia Justa', liderado por Sergey Mironov, já se colocou ao lado do presidente para as eleições de março de 2018.

"Foi importante para nós que Vladimir Putin participasse não em nome da "Rússia Unida", mas como um candidato independente. Desta forma, ele pediu às mais amplas forças políticas e sociais da Rússia para apoiá-lo, e é assim que responderemos", afirmou Sergey Mironov aos jornalistas.

Também o partido Plataforma Cívica, liderado por Rifat Shaykhutdinov, anunciou o apoio a Vladimir Putin: "O nosso partido apoia historicamente a direção de Vladimir Putin. Começando com a Crimeia, como se lembram, passámos por um período bastante difícil na nossa fundação e maturação política, apoiando a reunificação com a Crimeia."

Estas movimentações surgem apenas horas depois de a Comissão Eleitoral ter recusado a candidatura de Alexei Navalny à presidência devido a problemas judiciais. Aquele que era considerado o principal adversário na disputa nas urnas já veio criticar a decisão, considerando que o processo foi "fabricado" e pediu um boicote às eleições.

Essas palavras mereceram já a reação do Kremlin, que defendeu que a Comissão Eleitoral russa deve investigar uma eventual ilegalidade do apelo de Navalny ao boicote das eleições.