Última hora

Última hora

Eleições em Itália marcadas para 4 de março

Em leitura:

Eleições em Itália marcadas para 4 de março

Eleições em Itália marcadas para 4 de março
Tamanho do texto Aa Aa

O governo italiano marcou eleições para o dia 4 de março, depois do presidente Sergio Mattarella ter anunciado a dissolução do Parlamento.

Depois do anúncio do presidente, na habitual conferência de imprensa de final do ano, o primeiro-ministro, Paolo Gentiloni, lembrou que conseguiu concretizar um dos seus grandes objectivos: evitar "um fim inesperado" da atual legislatura

Desde 2013, a Itália já teve três primeiros-ministros.

 Paolo Gentiloni é o terceiro chefe de governo nesta legislatura e deverá manter-se em funções até à constituição do novo parlamento.