Última hora

Última hora

Mais de meia centena de palestinianos feridos em dia de cólera

Em leitura:

Mais de meia centena de palestinianos feridos em dia de cólera

Mais de meia centena de palestinianos feridos em dia de cólera
Tamanho do texto Aa Aa

Os palestinianos voltaram às ruas, pelo quarto dia consecutivo, para protestar contra a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Na Faixa de Gaza e na Cisjordânia, pelo menos 56 pessoas ficaram feridas durante os confrontos com o exército israelita.

Sexta-feira é dia de manifestações. O líder do Hamas, no poder em Gaza, lançou um apelo a para todas as semanas os palestinianos saiam à rua, na tentativa de fazer recuar o presidente norte-americano.

Segundo fontes palestinianas na Cisjordânia ocupada, os confrontos provocaram 16 feridos, seis foram atingidos por balas reais.

O dia fica, também, marcado pelo lançamento de raides aéreos na Faixa Gaza. A resposta da aviação israelita aos roquetes lançados a partir do enclave palestiniano foi confirmada por militares do Estado hebraico.

Dois roquetes foram intercetados. Um terceiro caiu em território israelita.

De acordo com as contas do exército, desde o anúncio de Donald Trump foram lançados 17 roquetes contra o sul do território de Israel, sem provocar vítimas.

Já os confrontos entre manifestantes e soldados provocaram, pelo menos 12 palestinianos e centenas de feridos.