Última hora

Última hora

Vaga de protestos por causa de indulto a Fujimori

Em leitura:

Vaga de protestos por causa de indulto a Fujimori

Vaga de protestos por causa de indulto a Fujimori
Tamanho do texto Aa Aa

Munidos de cartazes, milhares de peruanos inundaram ruas e avenidas das principais cidades do país em protesto contra o indulto concedido ao ex-presidente Alberto Fujimori.

Visivelmente revoltados fizeram ouvir alto e bom som que "o indulto é um insulto."

Pediram também a renúncia do Presidente peruano, que dizem ser um "cúmplice do criminoso" entre suspeitas de que Pedro Pablo Kuczynski pactou a liberdade de Fujimori a troco de continuar a governar.

Na terça-feira, Fujimori pediu desculpa aos peruanos, através de uma mensagem de vídeo filmada numa cama de hospital.

Dias antes, no domingo, o presidente do Peru anunciou que tinha concedido a amnistia ao ex-ditador, alegando razões humanitárias. Aconteceu três dias depois de ter sobrevivido a uma tentativa de destituição pelo Congresso graças à abstenção do filho do ex-presidente, Kenji Fujimori, e de deputados do partido Força Popular, liderado pela filha mais velha de Fujimori, Kenji Fujimori.

A decisão exime Fujimori de uma condenação de 25 anos de cadeia por crimes de guerra e corrupção. Já cumpriu quase 11 e deveria terminar a pena em 2032 aos 93 anos.

Fora do Peru, também se registaram manifestações em frente a vários consulados do país.

Enquanto isso, dezenas de apoiantes de Fujimori concentraram-se em frente à clínica onde se encontra hospitalizado. Ainda não está clara a data de alta.