Última hora

Última hora

Papa em defesa de migrantes e refugiados

Em leitura:

Papa em defesa de migrantes e refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco convidou, segunda-feira, os fiéis católicos a rezar por um futuro pacífico em 2018, inclusivé para migrantes e refugiados.

Na Basílica de São Pedro, no primeiro ângelus de 2018, evocou a celebração do Dia Mundial da Paz.

Referindo-se à trágica situação dos migrantes, Jorge Bergoglio lembrou que é importante que todos se comprometam em assegurar-lhes um futuro.

"Para esta paz, que é um direito de todos, muitos (migrantes e refugiados) estão dispostos a arriscar suas vidas numa jornada que, na maioria dos casos, é longa e perigosa, de grande fadiga e sofrimento. Por favor, não apaguem a esperança nos seus corações," afirmou o Papa Francisco.

O líder dos católicos pediu aos fiéis para, todos os dias, encontrarem um momento de silêncio para estar com Deus, para "preservar a alma" e que a "liberdade não seja corroída pela banalidade do consumismo".

No domingo, o pontífice, na sua mensagem de fim de ano, disse que 2017 tinha sido prejudicado pela guerra, mentiras e injustiças, e exortou as pessoas a assumirem a responsabilidade pelas suas ações.