Última hora

Última hora

O mundo a banhos frios em 2018

Em leitura:

O mundo a banhos frios em 2018

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas em todo o mundo voltaram a desafiar o frio, no primeiro dia de janeiro, com o tradicional mergulho de Ano Novo.

Na praia holandesa de Scheveningen, em Haia, onde o mergulho do Ano Novo tem mais de meio século, cerca de 10 mil pessoas entraram das águas do Mar do Norte, apesar da temperatura de 8ºC.

A tradição foi igualmente cumprida em França, na Estónia, Alemanha, Suécia, Eslovénia e Itália.

Em Portugal, o mergulho do primeiro dia do ano atraíu algumas dezenas de pessoas às praias de Matosinhos, Carcavelos e Ílhavo.

Houve mergulhos mais frios que outros, e alguns bem gelados, mas quem mergulhou, gostou, como Rudy Sanchez, um dos banhistas na praia norte-americana de Coney Island, onde os termómetros registavam 8 graus negativos:

"É estimulante e extremamente frio!"

Como todos os anos desde 1946, o mergulho nas águas do Tibre, em Roma, atraíu algumas dezenas de amadores do choque térmico.