Última hora

Última hora

Polónia recusa receber migrantes do Médio Oriente e África

Em leitura:

Polónia recusa receber migrantes do Médio Oriente e África

Tamanho do texto Aa Aa

Na entrevista de Ano Novo dada à Televisão Pública da Polónia, o primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki, enfatizou que a posição do país foi formulada pelo partido conservador no poder, Direito e Justiça (PiS), antes das eleições de 2015.

"Somos da firme opinião, formulada pelo Lei e Justiça antes das eleições de 2015, de que não iremos receber migrantes do Médio Oriente e d Norte de África na Polónia," declarou Morawiecki.

Morawiecki acrescentou que a Polónia já recebe muitos migrantes da Ucrânia: "nas fronteiras orientais da União Europeia, contribuímos muito para reduzir as tensões, dado que já recebemos, pelo menos, dezenas de milhares, ou mesmo centenas de milhares, de refugiados da Ucrânia, mas não lhes damos estatuto de refugiado".

As declarações de Morawiecki, surgem no momento em que a União Europeia leva a Polónia, a Hungria e a República Checa a tribunal por não respeitarem a quota de migrantes da União Europeia e se recusarem a apoiar um sistema de acolhimento de refugiados.