This content is not available in your region

Spotify processado em 1,3 mil milhões de euros

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Spotify processado em 1,3 mil milhões de euros

O serviço líder no mercado de streaming de música foi alvo de um processo por parte da promotora californiana Wixen Music Publishing, que acusa a empresa sueca de disponibilizar milhares de canções que não estão devidamente licenciadas, infringindo os direitos de compositores e editores. A promotora norte-americana evoca danos de 1,6 mil milhões de dólares (1,3 mil milhões de euros).

Este não é o primeiro litígio entre o Spotify e as restantes empresas da indústria musical. Em maio, a empresa sueca propôs um acordo no valor de cerca de 35 milhões de euros a artistas e editoras e assinou parcerias com as três maiores empresas do ramo.