Última hora

Última hora

Alemanha e Turquia ensaiam reconciliação

Em leitura:

Alemanha e Turquia ensaiam reconciliação

Tamanho do texto Aa Aa

Alemanha e Turquia tentam virar a página sobre meses de tensão diplomática, marcados por acusações de nazismo e denúncias de violação dos direitos humanos.

Os responsáveis da diplomacia dos dois países reuniram-se este sábado, em Goslar, a oeste de Berlim, com o objetivo de retomar o diálogo bilateral abalado pela detenção de vários cidadãos alemães acusados de terrorismo após o golpe falhado do ano passado na Turquia.

"Temos opiniões diferentes em certos temas e temos alguns problemas. De facto houve uma escalada e alguma tensão. Mas como responsáveis diplomáticos acreditamos que podemos ultrapassar esta situação através do diálogo", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu.

"Houve muitas coisas que se passaram antes deste encontro, falámos das relações económicas e das decisões da justiça turca que levaram a que pessoas detidas na Turquia ou que não podiam abandonar o país, estejam agora em liberdade e autorizadas a sair do território. E claro falámos também das coisas que queremos fazer juntos nas próximas semanas e meses", declarou Sigmar Gabriel.

Berlim e Ancara afirmam querer prosseguir o diálogo em temas de interesse comum, da cooperação económica à situação no Médio Oriente, passando pela questão migratória.

A Turquia mantém, no entanto, sete cidadãos alemães na cadeia, entre os quais o jornalista do diário Die Welt, Denis Yucel, acusado de fomentar propaganda terrorista.

Uma situação que, para já, vai continuar a condicionar o reatar do fornecimento de equipamento militar alemão à Turquia.