Última hora

Última hora

Desaparecidos 32 tripulantes de petroleiro acidentado no Mar da China Oriental

Em leitura:

Desaparecidos 32 tripulantes de petroleiro acidentado no Mar da China Oriental

Tamanho do texto Aa Aa

Um cargueiro de petróleo iraniano, gerido pelo Irão, mas com pavilhão do Panamá, incendiou-se e começou a derramar carga para o Mar da China Oriental depois de ter colidido com um navio cargueiro chinês. 

Os 32 tripulantes estão desaparecidos, ao passo que a tripulação da embarcação chibesa foi resgatada pelos meios enviados na manhã de domingo pela China.

O petroleiro "Sanchi" seguia do Irão para a Coreia do Sul quando embateu, no sábado à noite e a cerca de 160 milhas náuticas da costa de Xangai, no "CF Crystal", cuja tripulação foi resgatada pelos meios chineses enviados

O petroleiro transportava 136 mil toneladas de petróleo leve, mais ou menos o equivalente a um milhão de barris.

Os acidentes com derramamento de larga escala - mais de 700 toneladas - têm vindo a decrescer de uma média de 24,5 por ano na década de 70 para a média de 1,7 por ano desde 2010, de acordo com a Federação de Poluição de Proprietários de Cargueiros.