Última hora

Última hora

O pedido de "desculpas" de Steve Bannon

Em leitura:

O pedido de "desculpas" de Steve Bannon

Tamanho do texto Aa Aa

Afinal Donald Trump Jr. é "um patriota e um bom homem." Palavra de Steve Bannon. O antigo estratega do Presidente dos EUA, Donald Trump, veio este domingo a público colocar água na fervura depois das duras declarações contra o chefe de Estado e a família que lhe são apontadas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House."

Contra a visão de um Trump inapto várias figuras saíram em defesa do Presidente, como Mike Pompeo, diretor da CIA, em entrevista no programa "Face the Nation", da CBS:"Estou com o Presidente quase todos os dias. Temos conversas complexas acerca de algumas das matérias de maior peso no mundo. Apresento-lhe um produto requintado que foi desenvolvido pela minha equipa. Ele participa de uma forma em que mostra compreensão da complexidade. Faz perguntas muito difíceis. Falamos e lidamos com questões sérias e este livro não é, de todo, uma delas."

No livro, do jornalista Michael Wolff, Bannon diz que o filho de Trump cometeu "traição" ao reunir com uma advogada russa durante a campanha eleitoral.

Depois do escândalo com a revelação, Bannon pensou melhor. Alega agora que as críticas se dirigiam a Paul Manafort, ex-director de campanha de Trump.